Seguidores

domingo, 11 de outubro de 2015

MÁGOA, SENTIMENTO AUTODESTRUTIVO Profª Lourdes Duarte








MÁGOA, SENTIMENTO  AUTODESTRUTIVO
Profª Lourdes Duarte

Se é mágoa, decepção ou tristeza
Essa dor que sutilmente me maltrata
Ou  armazenamento do ressentimento
Como um cárcere da alma que não desata.


A mágoa é uma prisão,
Ou calabouço das emoções,
Masmorra escura  que aprisiona
Tamanho é seu domínio, quando,
Não se tem  discernimento para o perdão.


Mágoa, uma palavra pequena,
Mas um sentimento  destruidor,
Domina  corações, outrora felizes
Enrijecendo – os e aumentando a dor.


Mágoas causadas por amizades rompidas
Ou por um amor que acabou
Todas são  iras congeladas
E o silêncio gelado substitui  o amor.


Quando esse sentimento destruído
Instala-se no solo do coração
Lança suas raízes trazendo perturbação
Afogando o ser humano no solo do ódio e da vingança
Pois vive mergulhado  no abismo do rancor.


Guardar mágoa no coração é como beber veneno
Pensando que o outro é quem vai morrer.
A mágoa é autodestrutiva
Pois ferimo-nos a nós mesmo
Quando nutrimos mágoa por outro ser.








Como reflexão deixo esse mensagem de um autor desconhecido:



“Confesso que guardo mágoas sim, afinal quem não guarda que atire a primeira pedra! Eu estou percebendo o quão caro ela está me custando, estou deixando para trás pessoas que já me fizeram sorrir, já pediram desculpas e eu percebi que foram de coração, já me fizeram chorar de felicidade, fizeram eu me sentir única em vários sentidos.

Percebi que estou errado e que tenho que mudar nesse aspecto, afinal todos erramos de uma forma ou de outra, ninguém é perfeito”.


10 comentários:

  1. Oi Lourdes,
    Tem erros imperdoáveis que vai nos mutilando até a morte.
    Você está certa
    Beijos no coração
    minicontista

    ResponderExcluir
  2. Boa noite amiga Lourdes!!!
    É a mais pura verdade esse texto.
    Então bora sermos felizes e aceitarmos os nãos da vida, as perdas....enfim temos o hoje como presente de Deus e temos que agradecer diariamente por tudo e por todos que passam em nossa vida!!!
    Feliz e abençoada semana!!!
    Bjokas...da Bia!!!

    ResponderExcluir
  3. Tantas verdades,Lourdes! Lindo de ler! Beijos, ótimo feriado,chica

    ResponderExcluir
  4. Já tive gente que me feriu, e já guardei mágoas sim. Hoje não tenho mágoas de ninguém, nem contra ninguém.Com a idade aprendemos que o tempo é demasiado curto e demasiado precioso para o desperdiçarmos com ódios e rancores.
    Um abraço e uma boa semana

    ResponderExcluir
  5. bela poesia com um fundo de verdade em todo contexto. por exemplo," Guardar mágoa no coração é como beber veneno
    Pensando que o outro é quem vai morrer". abraços, sucesso.

    ResponderExcluir
  6. Concordo plenamente, A mágoa é uma prisão,
    Ou calabouço das emoções,
    Masmorra escura que aprisiona
    Tamanho é seu domínio, parabéns pela poesia!! Feliz dia do professor!

    ResponderExcluir
  7. Poema lindo e verdadeiro. Realmente a mágoa é como um veneno e Quando esse sentimento destruído
    Instala-se no solo do coração
    Lança suas raízes trazendo perturbação
    Afogando o ser humano no solo do ódio e da vingança
    Pois vive mergulhado no abismo do rancor.

    ResponderExcluir
  8. Amei a poesia, realmente a mágoa é uma dor que sutilmente maltrata e aprisiona os corações. não devemos guardar mágoas porque também nos atinge. Como você bem falou é um veneno que mata aos poucos. parabéns!!

    ResponderExcluir
  9. Confesso que já tive mágoas mas quem já não teve! A MÁGOA É COMO UMA PRISÃO QUE MALTRATA O NOSSO CORAÇÃO. ABRAÇOSS

    ResponderExcluir
  10. Mágoa, uma palavra pequena,
    Mas um sentimento destruidor,
    Domina corações, outrora felizes
    Enrijecendo – os e aumentando a dor.
    tudo verdade nessa linda poesia! Amei, parabéns!

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita e por deixar comentário. Sua participação é muito importante, volte sempre.