Seguidores

segunda-feira, 25 de setembro de 2017

A Inexorável dor de uma mãe Autora: Prof.ª Lourdes Duarte


A Inexorável dor de uma mãe
Autora: Prof.ª Lourdes Duarte


Lágrimas escorrem no meu rosto,
Brotam dos olhos, lagrimas ardidas,
Lágrimas doídas, de uma alma sofrida
Ou, pelo motivo que a fazem cair
Dor inexorável da separação de um filho.


Então não me peças para parar de chorar,
A dor que tomou conta do meu coração é sem igual
Choro silenciosamente, dias após dias
Desde que arrancaram parte do meu coração,
Meu  amado filho!


Enquanto a dor bater no meu coração,
Meus medos vão assumir meus pensamentos.
A minha vida fica sem rumo sem você
Volta filho, das minhas entranhas, filho amado
Antes que me afogue num rio de tristeza e de dor.


Meus olhos sangram, dilacerando minha  alma
Quando  lembro do teu rostinho lindo e amado
Lagrimas saem do meu coração como brasa
Ao mesmo tempo, o que me sustenta é certeza,
Que um dia, filho meu! Te terei nos braços.


A história se soma, as milhares de famílias
Dor tamanha ninguém é capaz de imaginar,
Drama terrível da noite para o dia, que,
Destroça famílias, arranca-lhes o coração,
Tirando-lhes dos braços, seus amados filhos.



                                *******



        Esse poema, fiz em homenagem as mães, as famílias que passam pelo terrível drama de ter seus filhos sequestrados.
É uma dor inexorável!

    É um tema triste, mas que infelizmente existe, por isso é importante alertar de alguma forma os pais e estender nossa mão amiga aos que sofrem. Que Jesus traga de volta seus filhos amados!



      No mundo todo o sequestro infantil tem se tornado cada vez mais frequente, e os requintes de crueldade são marcantes. Lugares como teatros, parques, circos, clubes sociais, etc. são alvo de sequestradores de crianças.
Num simples descuido a criança já não está ali. Muitas vezes sequestram e pedem dinheiro pelo resgate, mas em outras com covardia e violência, muitos tem abusado sexualmente e depois matam friamente, atingindo toda família e a sociedade como um todo.
    Tem casos em que as crianças some e os pais passam um vida procurando na esperança de ter seus filhos de volta.
Cabe aos pais e professores, orientarem filhos e alunos a se protegerem corretamente, uma vez que é impossível estarem com eles o tempo todo. Redobrar a segurança e atenção com as crianças.
     O diálogo e aconselhamento diário são essenciais. Promovam discussões nas escolas, com vizinhos, etc.
Recomendações básicas para as crianças contra os sequestros

- Evitar ir sozinho à escola. A companhia de um adulto é sempre necessária.
- Não aceite nada de desconhecidos (doces, balas, chicletes).
- Conte sempre com a ajuda de policiais ou segurança da própria escola.
- Quando estiver dentro de veículo, mantenha o pino da porta abaixado.
- Quando estiver esperando transporte para a escola, ou quando voltar à casa, evite os pontos de parada escuros ou sem movimento.
- Não acredite em recados de estranhos como se estivessem trazendo recado de familiares.
- Caso se sinta seguido por algum estranho, entre na primeira casa habitada e peça socorro.
- Se alguém o atacar, grite, esperneie e faça muito barulho pedindo ajuda.
- Se moleques de rua o agredirem para tomarem sua mochila ou tênis, entregue o que pedem. Quando puder peça ajuda à polícia.
- Nunca aproxime-se de algum veículo quando te oferecerem carona ou pedirem alguma informação. Não dê atenção e afaste-se.
- Se estiver desacompanhado e alguém o incomodar, grite bastante para chamar a atenção, principalmente se quiserem pegar no seu corpo.
- Se você ainda não consegue guardar na memória o seu endereço ou o telefone de sua família, peça que os escrevam em um cartão e carregue-o sempre com você.
- Caso precisar de ajuda, procure um policial.
Recomendações para os pais contra os sequestros
- Quando for levar seu filho à escola, entregue-o somente ao monitor da escola na entrada. Caso utilize de serviço de transporte, informe-se muito bem sobre o condutor, pegando informações com outros pais e professores da escola.
- Portas e travas de carros sempre fechados.
- Apresente seus filhos aos policiais do seu bairro, torne-os seus amigos e conhecidos.
- Toda criança deve saber seu endereço, telefone, nome dos pais, ou responsáveis, ou de quem vai buscá-la na escola.
- Sempre oriente seu filho a andar em grupo em qualquer trajeto e longas caminhadas. Nunca andar sozinho em locais isolados próximos à escola.
- Ensine seus filhos a não aceitarem nada de estranhos nem darem atenção a eles.
- Evite parar em fila dupla e não demore no embarque ou desembarque.
- Fale aos filhos que não aceitem convites de estranhos para entrarem em carros, ir à praia, entrar em casas, terrenos ou garagens, mesmo que ofereçam doces, sorvetes, chocolates ou refrigerantes. Esse é um recurso muito usado por pedófilos, maníacos, sequestradores e tarados. Oriente-os a gritarem muito por socorro e chamarem a polícia.
- Esclarecer desde a infância sobre os perigos das drogas e consequências.
- Más companhias conduzem ao crime e às drogas. Selecione as companhias de seus filhos e o ambiente que eles frequentam (clubes, festinhas, casas de jogos eletrônicos etc.).

    Os sequestros, cada vez mais comuns, quando não acabam em morte da criança, pode gerar inúmeros traumas em quem sofreu a violência e nos seus familiares. Por isso todo cuidado é pouco. Basta um único momento de descuido e tudo pode acontecer. Cuide do seu maior bem aqui na terra: seus filhos.

Fonte: https://br.guiainfantil.com/pedofia-e-abuso-sexual/427-recomendacoes-para-evitar-o-sequestro-de-seu-filho.html



24 comentários:

  1. Mais um maravilhoso texto! AMEI!

    Beijinhos com carinho.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Querida Cidália, é sempre um prazer lhe ver aqui. Obrigada, volte sempre. Bjuss

      Excluir
  2. Olá, boa tarde!!!
    Texto muito profundo em sua dor. Nós traz uma grande aleta.
    Um Abraço!!!
    Paz e Luz!!!

    Anna Lírios em Letras

    ResponderExcluir
  3. olá amiga:
    a gente sempre vê histórias tão tristes a este respeito.
    fica-se imaginando a maldade de cometer um ato tão cruel. Mães que não dormem ou descansam em paz. Um grande tormento que às vezes infelizmente não se tem volta. POis o paradeiro destes pequenos nunca mais se conhece.
    Que Deus proteja sempre cada mãe e seu filho amado.
    grande abraço.
    :o)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Querida Eliane, concordo com você. Ninguém consegue imaginar a dor de uma mãe que vive uma tragédia assim. Que Deus as confortem. Obrigada, bjuss

      Excluir
  4. Não consigo nem imaginar uma situação dessas! Arrepio-me só de pensar.
    Texto lindo Lourdes!!
    Beijinhos

    Blogdiariodeumafamilianormal.blogspot.pt

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente é muito sofrimento. Que jesus afaste para bem longe esses monstros, não suportaria a dor. A vida dessas famílias fica destroçada. Grata pela visita.

      Excluir
  5. Um alerta propício aos pais, professores e os responsáveis pelas crianças. É muito triste um filho ser tirado do aconchego amoroso dos pais, tanto é sofrimento para os pais quanto para os filhos e demais familiares e amigos. O mundo está cada vez mais violento e todo cuidado é pouco, todo alerta é necessário para não acontecer nem conosco nem com nossos vizinhos ou conhecidos. Parabéns pelo texto.
    Beijos carinhosos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Querida lúcia, alertar também é uma forma de ser solidários a essas famílias que sofrem. Obrigada pela visita, abraços, fica na paz.

      Excluir
  6. Lourdes, sua poesia é linda e traduz toda a dor de quem perde um filho. Quem passa por isso , não tem uma vida plena, mas sim um martírio. Oremos por elas.
    Seu texto alerta a todos de como proceder. É direto e traz a mensagem de como se pode prevenir esse mal que nos rodeia, sem que percebamos. Lamentável que muitos passam por essa tragédia.
    Que Deus nos proteja de todo mal.
    Eu lembro que certa vez numa véspera de Natal perdi meu filho num mercado no momento em que estavamos no caixa. Ele tinha 5 anos. Foi horrível. Alguém viu ele me procurando e levou para nossa casa em vez de alertar a gerência. Como nao tinha ninguem em casa, ele ficou na vizinha. So consegui encontra-lo de madrugada quando toda a polícia da cidade já nao mais o localizava. Isso foi há 30 anos atrás. Foi um momento de muitas lágrimas. Mas graças a Deus deu tudo certo.
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amiga, imagino o desespero que passaste junto a família. Um agonia incapaz de ser esquecida. Graças a Deus que o final foi feliz, Deus é maior e protege as crianças e as mães que as amam tanto. Grata pela visita, seja sempre bem vinda amiga! Fica na paz de deus. Bjuss

      Excluir
  7. É um tema pesado, mas que deve ser discutido e lembrando. E tu conseguiste escrever uma poesia tocante que, inclusive, me emocionou.

    Beijinhos...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada minha querida. mesmo um tema doloroso, postar como alerta, já é algo que podemos fazer. Grata pela visita. Bjuss

      Excluir
  8. Olá, o tema apresentado é pesado mas real, hoje é necessário atenção redobrada com os filhos, para evitar o rapto e o sentimento de culpa que causa problemas enorme
    A partilha é excelente na chamada para mais atenção para com os filhos.
    Feliz fim de semana,
    AG

    ResponderExcluir
  9. Olá amiga Lourdes, seu texto é um alerta necessário aos pais desavisados que sofrem a dor de perder seus filhos para ações maléficas como o sequestro e outras mais.Que seja redobrada a atenção, que Deus proteja essas crianças que muitas vezes são enganadas com a oferta de uma simples balinha ou mesmo um brinquedo.
    Parabéns pela partilha amiga.
    Bjs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Temos que fazer algo amiga. As famílias ficam destroçadas com acontecimentos assim. Grata pela visita. bjuss

      Excluir
  10. Olá, querida Lourdes!

    Um excelente e bem dorido poema, onde colocas a nu, o sofrimento da mãe, que não sabe onde seu filho(a) está e com quem está. Se estiver vivo, já será mto bom.
    Em Portugal tb existem alguns casos de sequestro, mas em pequeno número, pois somos um país pequeno, como sabes.

    Os conselhos, que deste para pais, crianças e comunidade em geral são mto importantes, pke as crianças são ingénuas e aceitam tomar um sorvete com um desconhecido, que os alicia. TODO O CUIDADO É POUCO!

    Então, no domingo, "Brincadeira" nº3. Até lá.

    Beijos e bom resto de sexta-feira.

    ResponderExcluir
  11. Cara professora
    Um texto deveras emocionante! Felicito-a não só pelo belo poema, como também pelas dicas com todas as informações necessárias à protecção de crianças e jovens. Bem haja.
    Feliz domingo.
    Um beijinho
    Beatriz

    ResponderExcluir

Muitas vezes, a correria de nossas vidas nos impede de dar atenção ao que realmente vale a pena. Agradecer é uma das coisas que acabam ficando esquecidas nesta correria do dia-a-dia.
Pode ser por um simples gesto ou por uma grande atitude, mas o agradecimento nunca deve ser esquecido. Obrigada pela atenção e carinho e por ter vindo até aqui comentar minha postagem. Saiba que é importantíssimo para a valorização do que escrevemos.
Siga meus blogs, será um prazer lhe ter como seguidor (a)
Abraços, Profª Lourdes Duarte

http://professoralourdesduarte.blogspot.com.br/
http://filosofandonavidaproflourdes.blogspot.com.br/
https://lourdesduarteprof.blogspot.com.br/