Seguidores

sábado, 23 de novembro de 2013

BORBOLETAS AMARELAS





BORBOLETAS AMARELAS
Autora: Profª Lourdes Duarte

  Iguais folhas tocadas ao vento,
Pousam silenciosas borboletas amarelas
Sacudidas pelo vento estremecem inteira
As rosas que na primavera exuberante te espera.


Inesquecível foi cada momento
Daquele encontro primaveril
As flores no campo esperam por elas
Borboletas amarelas o mundo é todo teu


Esplêndido encontro de primavera
Com mistura de cores no campo a brilhar
De flor em flor alimentando-se da seiva
Borboletas amarelas esplendorosas e belas.


Borboletas, o teu lugar é no campo florido
Mesmo que seja curta a tua a passagem
Sobrevoando livres e belas entre as flores,
Seguem sem destino borboletinhas amarelas.


4 comentários:

  1. Boa noite, querida Lourdes!

    Borboleta de toda a cor, eu aprecio. Aliás, é um inseto (acho que é um inseto, não é)?, que eu adoro. Sempre que entram pela minha janela, as deixo pousar e fico encantada, olhando elas.

    Seu texto está uma linda e aprazível metáfora, onde a primavera, a vida e as borboletas amarelas dão o tom e o mote.

    É opção minha, querida amiga, e o é, por já ter tido alguns desagradáveis contratempos, portanto reverto meu último post sempre para rascunho, e fica SÓ um em cada blogue. As pessoas, os amigos/as se já comentaram, e se pretendem dizer algo, nem que seja um "oi" ou um desejo de um risonho dia, podem sempre fazê-lo. Meu coração espera todos vocês

    Lindo e abençoado domingo.

    QUE DEUS, NOSSO PAI, NOS PROTEJA.

    Beijos da Luz, com carinho..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Luz, entendo seu posicionamento, isto acontece mesmo. obrigada pela visita, bjuss, volte sempre.

      Excluir
  2. Que linda poesia e lindas também as borboletas amarelas!Adoro vê-la! beijos,tudo de bom,chica

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita e por deixar comentário. Sua participação é muito importante, volte sempre.