Seguidores

quinta-feira, 22 de maio de 2014

ANDARILHO NA ESTRADA DA VIDA





ANDARILHO NA ESTRADA DA VIDA
Autora: Profª Lourdes Duarte

Sou andarilho na estrada da vida
aprendendo com os erros ou acertos
Com o amor e o desamor
Às vezes, exausta, paro cansado
Às vezes paro para tomar outro rumo
Com mais luz e menos escuridão
Retiro as pedras e corto os espinhos
Numa luta insana, alegre ou feliz
Cuido das flores e rego as dores
Mesmo de coração, feliz ou ferido
Retomo o fôlego quando estou cansado
Depois, levanto e seduzido pelos encantos da vida
Sigo em frente em busca dos sonhos.
Cheia de fé, eu prossigo na caminhada
Um passo e mais outro e mais outro
Até quando continuo a caminhada, não sei
O que sei que me entrego nas mãos do Criador
E seja feita a sua vontade.
Sei que não é fácil, prosseguir
Mas sei que é maravilhoso ver novos horizontes
Olhar para o caminho percorrido
E mudar de rumo quando for preciso
No meu ritmo, do meu jeito,
um passo de cada vez
Sempre seguindo a voz do coração.


4 comentários:

  1. Muito bom, amei a poesia, Da vida somos todos andarilhos e peregrinos.
    bjssss

    ResponderExcluir
  2. Amei a poesia, sou mesmo um andarilho na estrada da vida, retiro as pedras e corto os espinhos
    Numa luta insana, alegre ou feliz, desse jeito como descreveu poeticamente tão bem. Parabéns professora Lourdes!
    Antônio Carlos, amante a poesia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pela visita, que bom que gostou da poesia e ama a poesia. Volte sempre, abraços

      Excluir

Obrigada pela visita e por deixar comentário. Sua participação é muito importante, volte sempre.